Paróquia Sagrado Coração de Jesus - Saltinho

Notícias › 22/04/2020

Bispos confiarão a Itália a Nossa Senhora em santuário onde apareceu

unnamed

No dia de São José Operário, 1º de maio, e início do mês mariano, os bispos da Itália confiarão o país a Nossa Senhora por causa da pandemia de coronavírus, em um santuário onde a Mãe de Deus apareceu no século XV.

“A Conferência Episcopal Italiana (CEI) confia todo o país à proteção da Mãe de Deus como sinal de salvação e de esperança. Será na sexta-feira, 1º de maio, às 21h, com um momento de oração na Basílica de Santa Maria del Fonte, em Caravaggio, diocese de Cremona, província de Bérgamo”, assinala uma nota do Episcopado publicada nesta segunda-feira.

“A escolha da data e local é muito simbólica. De fato, maio é o mês tradicionalmente dedicado a Nossa Senhora, tempo marcado pela oração do Terço, pelas peregrinações aos santuários, pela necessidade de dirigir-se com orações especiais para a intercessão da Virgem”, continua o texto.

Por isso, “começar este mês com o ato de nos confiar a Maria, na situação atual, adquire um significado muito particular para toda a Itália”.

O local escolhido para este momento de oração, “Caravaggio, localizado na diocese de Cremona e província de Bérgamo, lembra o sofrimento e a dor vividos em uma terra duramente provada pela emergência sanitária”.

“A Nossa Senhora, a Igreja confia os doentes, os agentes de saúde, médicos, famílias e os falecidos”, acrescenta.

“No dia da festa de São José Operário, esposo de Maria Virgem, confia em particular os trabalhadores, conscientes das preocupações e medos com que muitos olham para o futuro”, conclui a nota.

Os bispos italianos também irão conceder outros 2,4 milhões de euros para enfrentar o coronavírus. Esse dinheiro será entregue a 5 hospitais do país, incluindo a Casa de Alívio do Sofrimento em São Giovanni Rotondo, onde o Santo Padre Pio serviu.

Em 21 de abril, os casos de coronavírus chegaram a mais de 181 mil e há 24.114 mortes, das quais pelo menos 110 são sacerdotes.

Aparições da Virgem em Caravaggio

Caravaggio está localizado na fronteira entre Milão, Cremona e Bérgamo, no norte da Itália. Os venezianos haviam acabado de conquistar esta cidade dos milaneses e o país estava imerso nas guerras.

Às 17h do dia 26 de maio de 1432, Nossa Senhora apareceu para Giovannetta, uma mulher de 32 anos, casada com um homem de mau caráter, Francisco Varoli, um ex-soldado que a agredia.

Giovannetta viu uma Dama que parecia uma rainha cheia de bondade, que lhe disse para não ter medo e se ajoelhar para receber uma grande mensagem: “Consegui adiar para o povo cristão os merecidos e iminentes castigos da Justiça Divina e venho para anunciar a paz”.

Pediu ao povo para fazer penitência, jejuar nas sextas-feiras, e ir à igreja para rezar no sábado de tarde em agradecimento. Como sinal das bênçãos que haveria no lugar, brotou uma fonte que hoje existe em Caravaggio. O santuário italiano se chama oficialmente Santa Maria del Fonte (da Fonte).

Giovannetta encontrou-se com o duque de Milão, Felipe Maria Visconti e com o mestre de Caravaggio, Marcos Secco, para pedir que fizessem um acordo de paz, o que finalmente aconteceu.

Giovannetta carregou garrafas de água benta da fonte de Nossa Senhora com a qual os doentes ficavam curados e que confirmavam a ação divina que sustentava seus pedidos.

Mais informações AQUI.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

Via ACI Digital

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X